Camuflagem e Mimetismo


Cor, textura, tonalidades, formas, imitação e atuações esses são alguns componentes dos animais que conseguem camuflar e realizar o mimetismo. O mimetismo é a forma como o animal imita outro ser vivo outro animal, já a camuflagem o animal não imitar o ser vivo ele apenas se integra para se esconder no mais extremo caso ele imita o ambiente. Henry Walter Bates que em uma expedição pela Amazônia determinou termo Mimetismo que é a imitação.

Os animais que realizam a camuflagem e o mimetismo devem alem de imitar ou camuflar interagir se comportar como o ambiente deve atuar (como perfeitos atores).

O bicho pau além de imitar gravetos e paus ele se comporta como um verdadeiro graveto se move e projeta diferentes tonalidades. Há dezenas de mariposas e borboletas (clique aqui para ver a diferença entres as duas) que conseguem se camuflar ou imitar em suas asas predadores para se protegerem, imitam folhas (até mesmo seu enrolar), caules e olhos de coruja e pássaros. O louva  - a - Deus também é um perfeito mimetista se beneficia desse artifício tanto para atacarem como para proteger, existe o louva - a – Deus que imitar flores e folhas. Alguns lagartos também se destacam ao imitarem a textura do ambiente para se protegerem (isso em sua anatomia) imitam até mesmo o musgo. Os camaleões e polvos (rocha, odor e movimento) também sabem se camuflar se juntando ao o ambiente, tudo bem instantâneo rapidamente para se salvarem de certo predadores.  

            Esse sincronismo e diversos sistemas (nervoso, digestivo, tegumentar/ integumento) não podem ter vindo de uma evolução das espécies sendo matemática e fisicamente impossível, não pode ter sido de forma gradual (isso demoraria milhões de anos) e não poderiam sofrer mudanças na natureza para que esses animais aspirassem às características do ambiente natural. Além desses fatos a evolução natural como o processo evolutivo das espécies não consegue explicar o tipo de consciência que o animal deve ou devia ter para se camuflar ou imitar, pois o ser vivo que imita ou camufla deveria ter “uma consciência” de representar em sua anatomia o ser vivo ou ambiente com a noção de afastar um possível predador, essa “consciência” seria relativamente difícil de ser comprovada, já que esses animais apenas agem por instinto.


 Um exemplo magnífico que é falado no programa é uma mariposa que tem em suas asas figuras de moscas comendo um excremento de pássaro elas ainda soltam odores para sua perfeita imitação. Outro exemplo também fascinante é a mosca que tem em suas asas uma aranha, analisando essas criaturas perfeitas é impossível não ver e sentir o toque de Deus em tudo!




                    







Imagens da Internet

Se gostou comente!

0 comentários:

Postar um comentário

Oii, agradeço a visitinha! espero que tenha gostado, sua opinião é muito importante!
Bjus!