Critica do filme John Wick – um novo dia para Matar #14

Imagem da internet






Após recuperar seu carro, John Wick (Keanu Reeves) acredita que enfim poderá se aposentar. Entretanto, a reaparição de Santino D'Antonio (Riccardo Scarmacio) atrapalha seus planos. Dono de uma promissória em nome de Wick, por ele usada para deixar o posto de assassino profissional da Alta Cúpula, Santino cobra a dívida existente e insiste para que ele mate sua própria irmã, Gianna (Claudia Gerini).
Avaliação: Image and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPic




Porque ninguém deixa John Wick em paz? Um novo dia para matar é mais uma atraente aventura do nosso aclamado Wick, um assassino de primeira que terá de encarrar o seu passado para poder seguir com sua vida.

Ninguém daria nada por John Wick, até ele entrar nas graças do público, mas não um público comum, mas exigente que viu em Keanu Reeves um brigão e assassino reservado, meio tímido? Quem sabe? O que se sabe é que essa continuação rendeu olhares assim como De volta ao Jogo elaborado ali de forma sorrateira, mostrando que os filmes de ação tem sim salvação, o gênero não está totalmente perdido, mas não trás tantas luzes no fim do túnel assim ao mundo cinematográfico.


Imagem de Gyfy


A mesclagem de cenas entre Estados Unidos e Itália é fundamental para o contexto, porem um tanto inútil e desagradável no geral, todo aquele jogo de luz e sombra deu um aspecto triste e fúnebre ao filme, mesmo se encaixando na situação se torna chatinho nesse filme.

A Cena:

A cena tocante do longa é a busca por Wick, armada pelo seu mais novo e destemido inimigo, a cabeça de John está a premio valendo nada mais nada menos que 7 milhões, dessa vez a briga é em publico de uma forma sorrateira, mas perigosa e empolgante, claro que o nível do primeiro ainda é melhor, as sacadas das cenas também, a leve impressão é de um filme que trás um John mais lento e quase parando, mas nada que acabe com a temática do filme, pois em justamente essa cena John não somente bate mais apanha, e apanha bastante.


John Wick em um novo dia para atar acaba com uma promessa de retorno involuntário ao mundo dos assassinos e deixa o publico mais uma vez esperançoso por uma continuação. 

Se gostou, comente!

0 comentários:

Postar um comentário

Oii, agradeço a visitinha! espero que tenha gostado, sua opinião é muito importante!
Bjus!